Calvicie Feminina

A Materia Jornalistica abaixo saiu no Universo Online no dia 22 de janeiro de 2015   Publico aqui Uma parte da matéria que achei interessante, para conhecer...

EFEITOS COLATERAIS DA FINASTERIDA ACESSE LINK DE MATERIA QUE SAIU NA VEJA EM ABRIL DE 2013

O Link abaixo é de uma materia que saiu na veja em abril de 2013, é muito interessante o relato dos pacientes. http://veja.abril.com.br/noticia/saude/preferia-ter-ficado-careca-diz-ex-paciente-que-usava-finasterida/ 

SAIBA MAIS SOBRE OS EFEITOS DO USO DA FINASTERIDA

BLOG CONTENTO VARIAS INFORMAÇÕES E RELATOS DE PACIENTES QUE USARAM OU USAM A FINATERIDA. O intuito é de informar. A escolha é de cunho pessoal.

Calvicie Feminina

A Materia Jornalistica abaixo saiu no Universo Online no dia 22 de janeiro de 2015

 

Publico aqui Uma parte da matéria que achei interessante, para conhecer a reportagem na integra acessar o link abaixo.

http://mulher.uol.com.br/beleza/noticias/redacao/2015/01/22/calvicie-feminina-conheca-os-primeiros-sinais-e-os-tratamentos-disponiveis.htm. 

 

Calvície feminina: conheça os primeiros sinais e os tratamentos disponíveis

 
0A calvície é progressiva, começa normalmente na adolescência ou no começo da fase adulta e se manifesta com uma rarefação no topo da cabeça, sem fios visíveis caindo
  • A calvície é progressiva, começa normalmente na adolescência ou no começo da fase adulta e se manifesta com uma rarefação no topo da cabeça, sem fios visíveis caindo

Velha conhecida dos homens, a calvície também ameaça a vaidade feminina. De acordo com a Sociedade Brasileira do Cabelo, 50% das mulheres têm alguma queixa relacionada à queda de cabelos. E a calvície propriamente dita, que é uma rarefação aguda dos fios, atinge 5% da população feminina. "Sempre tive pouco cabelo mas, na fase adulta, percebi que o couro cabeludo estava mais visível, com uma transparência que me incomodava tanto que comecei a usar penteados para disfarçar", conta Kátia Leite Santos, 27 anos, comissária de bordo.

O primeiro passo para tratar o problema é distinguir queda excessiva de calvície. "A queda comum se evidencia com a perda de mais de 120 fios por dia. Isto pode ser perceptível quando a pessoa encontra mais de seis fios no travesseiro ou começa a ver fios sobre o computador ou na comida, por exemplo", explica o médico Valcinir Bedin, Presidente da Sociedade Brasileira do Cabelo. E continua: "Já a calvície é progressiva, começa normalmente na adolescência ou no começo da fase adulta [por volta dos 20 anos] e se manifesta com uma rarefação no topo da cabeça, sem fios visíveis caindo", afirma o dermatologista, especializado em cabelos.

A etapa seguinte é obter um diagnóstico correto, que só pode ser feito por um especialista e mediante uma série de exames de sangue e, em alguns casos, com biópsia do couro cabeludo. "Um exame clínico não é suficiente para se chegar a um diagnóstico correto", diz Bedin.....

Via oral
- Suplementos nutricionais especiais para o cabelo: não adianta tomar um polivitamínico, o complexo tem de ser específico para os cabelos. As fórmulas, normalmente, contêm sais minerais e cofatores que entram na composição do cabelo, como vitamina B, ferro, zinco e até queratina; e,
- Bloqueadores enzimáticos: as enzimas são catalisadoras --ou seja, aceleram reações químicas orgânicas. No caso dos tratamentos para calvície, elas impedem a transformação de hormônios em outros processos metabólicos que fazem os cabelos cair.

Injetável
Bloqueadores enzimáticos e vitaminas, além de peptídeos, conhecidos como fatores de crescimento, são aplicados no couro cabeludo para evitar a queda dos fios e estimular o nascimento de outros novos.

Materia Jornalistica publicada no UOL.

CLÍNICA CRM-DF : 2869

DR: HUMBERTO MORAES E SILVA

CRM-DF 17391

CRM/SP 89948

ONDE ESTAMOS

BRASILIA

CENTRO CLÍNCO SUDOESTE SHCSW SALA 209

(61) 3363-3368 | 8150-0507

RIBEIRÃO PRETO 

RUA NELIO GUIMARÃES, NR 348 – ALTO DA BOA VISTA
TEL: (16) 3620-1583 | (16) 98119-7867

ACESSO RESTRITO